AGRADAR

por Valdenir em . Publicado em Mensagens - Emmanuel.

Evangelização

Pelo Espírito Emmanuel.

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Harmonização. Lição nº 15. Página 80.

 “Portanto, cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificações”. Paulo – Romanos: 15:2.

 

O choque desnecessário, por motivos de fé religiosa, é dos fenômenos mais desagradáveis no caminho dos seres espiritualizados.

O fanatismo dogmático sempre ordena atitudes rígidas de intransigência, determinando doutrinações insípidas, onde o amor renova com leveza e bondade. Enquanto o primeiro condena asperamente, o segundo conta uma experiência educativa sem ferir a ninguém.

Os discípulos precisam evitar semelhantes perigos. Há companheiros agastados, quando a conversação da maioria tende à política, a distrações justas, ao esporte.

Porque não comentar, igualmente, revelando as possibilidades edificantes dos encargos públicos, enriquecendo o sentido das distrações e recreios, destacando a obra de melhoria física e confraternização que os esportes devem suscitar?

Em geral, imenso número dos aprendizes deseja mimos e aprovações, mas não quer agradar a pessoa alguma.

Dizem-se enfadados do mundo, reclamam-se dispostos às atitudes sacrificiais nos trabalhos de grande envergadura.

Entretanto, se ainda não sabem tolerar certas disposições algo infantis dos companheiros, como suportarão as atitudes no oceano revolto da humanidade em geral?

O próximo, às vezes, deseja conhecer Jesus…

Aproxima-se com a bagagem que possui.

Exibe-a aos nossos olhos.

Nem sempre já adquiriu certos materiais idênticos àquele que a Misericórdia Divina colocou em nossas mãos.

E, ao invés de lhe receber a bagagem simples, amorosamente, restituindo-a com algo novo que lhe sirva à edificação individual, começamos por atirá-lo ao deserto do desânimo, entre atitudes de superioridade falsa, condenando-o criminosamente. Essa posição é muito grave, porque se o discípulo fiel não deve estimular o mal ou agravá-lo, em qualquer circunstância da vida, não há tarefa ou assunto em que o irmão mais velho deixe de encontrar recursos de animar o irmão mais novo.

Em tudo, pode-se subtrair a influência do mal por destacar as possibilidades do Bem.

Nunca desejes a posição de perturbador, nem por minutos apenas. Aprende a agradar ao próximo no que seja útil à edificação.

Linkou seu site.

Deixe um comentário

Contatos

  • Rua Tomáz Antonio Gonzaga, 305
    Bairro São José - Pouso Alegre - MG
  • (35) 99220 - 8388