Mais um caso em que foi aplicada a ideia do Grupo Curador de Marmande.

por Valdenir em . Publicado em Cotidiano - Wellington Balbo.

Passes

Wellington Balbo – Salvador BA

Há algum tempo que, junto com alguns amigos trabalhamos com as bases do Grupo Curador de Marmande, conforme consta na Revista Espírita, maio de 1867. O relato aborda a aplicação de magnetismo por parte de parentes e amigos como forma de curar enfermidades.

Neste texto narramos caso que estamos acompanhando. Abaixo a descrição:

Há alguns anos a senhora A. P. F, de 85 anos, teve um Acidente Vascular Cerebral com algumas sequelas. Diante da situação, a senhora A. P. F passou a apresentar depressão, perda do humor e insônia. Seguindo as recomendações do Grupo Curador de Marmande (naturalmente que adaptada a realidade e o contexto dos envolvidos) passes foram aplicados na senhora A. P. F pela sua filha durante 8 dias ininterruptos. A filha da senhora A. P. F dedicou 15 minutos diários para o trabalho, sendo, pois, divididos entre oração, meditação e aplicação dos passes.

Solicitou, ainda, a ajuda de sua sobrinha, portanto, neta da senhora A. P. F, e esta colaborou com preces nos momentos em que os passes eram ministrados.

Foram duas as técnicas utilizadas: imposição de mãos e passes dispersivos. Os passes foram ministrados no quarto com a senhora A. P. F deitada em sua cama.

Após o segundo dia de aplicação de passes, a senhora A. P. F obteve melhora em seu humor e uma noite tranquila de sono, sem, portanto, sinais de insônia.

Após os 8 dias da aplicação ininterrupta dos passes, a filha decidiu cessar por dois dias o tratamento, todavia, no segundo dia após a interrupção a senhora A. P. F voltou a apresentar insônia.

A filha da senhora A. P. F retornou, então, com o tratamento dos passes utilizando o mesmo método, inclusive com colaboração da mesma sobrinha. Logo no segundo dia após o reinício, a senhora A. P. F voltou a dormir normalmente.

A filha da senhora A. P. F prossegue aplicando os passes diariamente, e sua mãe vem tendo uma melhora na qualidade de vida e do sono.

Fato curioso: a neta da senhora A. P. F, solicitada a colaborar nos trabalhos com preces, e que, também, apresentava quadros de insônia, passou, desde então, a dormir tranquilamente.

Prosseguimos, junto com alguns amigos, acompanhando este e outros casos. E narraremos aqui e alhures os resultados obtidos, sem, contudo, ter a pretensão de apresentar a palavra final referente a qualquer método de tratamento, seja com imposição de mãos ou outros gestuais.

Fica, pois, o registro e coloco-me à disposição para troca de ideias e esclarecimentos a respeito.

Linkou seu site.

Deixe um comentário

Contatos

  • Rua Tomáz Antonio Gonzaga, 305
    Bairro São José - Pouso Alegre - MG
  • (35) 99220 - 8388