Não adianta. Já foi.

por Fabiola em . Publicado em Mocidade.

recomecoSolange Magalhães

Não adianta achar que foste injustiçado.

Não adianta remoer fluxos de raiva e tristeza.

Já foi.

Quem comete injustiça (ao menos nesta vida, visto como injustiça) cedo ou tarde colherá os frutos de seu ato. Teus atos de injúria, calúnia ou intriga trarão frutos.

Uma má árvore não dá bons frutos.

O que adianta é se esforçar em oferecer o contrário. Pensar o contrário ou, no mínimo, não cultivar os maus sentimentos correndo o risco de se tornar igual ao ofensor em seus atos e pensamentos.

Tudo passa.

Concentra naqueles que te conhecem e sabem de tua índole. Caso a intriga os convença de que não eras verdadeiro, esta é uma tendência do outro.

A consciência tranquila não dá margem a desconfianças. Segue na verdade e na harmonia. O que exalas, e sua identidade interior.

Ao remoer injustiças, alimentarás justamente o que não queres para ti: raiva, mágoa e uma identidade baixa.

 

Linkou seu site.

Deixe um comentário

Contatos

  • Rua Tomáz Antonio Gonzaga, 305
    Bairro São José - Pouso Alegre - MG
  • (35) 99220 - 8388