Segredo dos invejáveis

por Valdenir em . Publicado em Orson Peter Carrara.

O segredo

Orson Peter Carrara

Imagine o que é ser invejável. Por outro lado, como é a estrutura de uma pessoa considerada invejável? E se ampliarmos a questão para famílias invejáveis? Qual o segredo delas? E como se relacionam os invejáveis?

Inveja é algo ridículo. Invejar posição ou bens alheios demonstra incapacidade de descobrir os próprios talentos, perdendo a chance de crescimento no tempo que se dedica ao desgosto com o bem ou a felicidade alheia. Ridículo, dispensável, verdadeira tolice.

Cada qual tem sua própria habilidade, sua própria capacidade, para não dizer várias, que deve ser movimentada no sentido do próprio crescimento. Porque ficar se ocupando e se martirizando com as conquistas alheias? É dessa tortura inútil que surgem as calúnias e tantos prejuízos nos relacionamentos que poderiam muito bem ser mais saudáveis.

MÉDIUNS E INSTRUTORES

por Valdenir em . Publicado em Crônicas - Humberto Campos.

Médiuns e instrutores

Pelo Espírito Irmão X (Humberto de Campos).

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Histórias e Anotações. Lição nº 09. Página 59.

 Ante os enigmas da mediunidade entre os homens, você pergunta, espantadiço: Não dispõem os Espíritos Benevolentes e Sábios de recursos suficientes para impedir o abuso e a má fé? Estaremos sempre à mercê de médiuns infelizes, capazes de amplo comércio com as forças da sombra, a tisnarem de lodo o serviço nobre dos medianeiros honestos?  Por que não instituir o estudo metódico da Doutrina Espírita nos templos de nossa fé, plasmando-se o caráter do instrumento mediúnico, antes de guindá-lo à publicidade?

Suas inquirições realmente chegam a comover pela sinceridade em que se expressam; no entanto, meu caro, respondemos com a mesma clareza que os amigos desencarnados não escravizam as faculdades dos companheiros que permanecem no mundo.

SINTONIA

por Valdenir em . Publicado em Mensagens - Emmanuel.

Ondas

Pelo Espírito Emmanuel.

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Roteiro. Lição nº 28. Página 119.

 As bases de todos os serviços de intercâmbio, entre os desencarnados e encarnados, repousam na mente, não obstante as possibilidades de fenômenos naturais, no campo da matéria densa, levados a efeito por entidades menos evoluídas ou extremamente consagradas à caridade sacrificial.

De qualquer modo, porém, é no mundo mental que se processa a gênese de todos os trabalhos da comunhão de espírito a espírito.

Daí procede a necessidade de renovação idealística, de estudo, de bondade operante e de fé ativa, se pretendemos conservar o contato com os Espíritos da Grande Luz.

Simbolizemos nossa mente como sendo uma pedra inicialmente burilada.

LIVRES, MAS RESPONSÁVEIS

por Valdenir em . Publicado em Mensagens - Emmanuel.

Águia

Pelo Espírito Emmanuel.

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Encontro Marcado. Lição nº 53. Página 160.

 

A quem nos pergunte se a criatura humana é livre, responderemos afirmativamente.

Acrescentemos, porém, que o homem é livre, mas responsável, e pode realizar o que deseje, mas estará ligado inevitavelmente ao fruto de suas próprias ações.

Para esclarecer o assunto, tanto quanto possível, examinemos, em resumo, alguns dos setores de sementeira e colheita ou, melhor, de livre-arbítrio e destino em que o espírito encarnado transita no mundo.

POSSE – O homem é livre para reter quaisquer posses que as legislações terrestres lhe facultem, de acordo com a sua diligência na ação ou seu direito transitório, e será considerado mordomo respeitável pelas forças superiores da vida se as utiliza a benefício de todos, mas, se abusa delas, criando a penúria dos semelhantes, de modo a favorecer os próprios excessos, encontrará nas consequências disso a fieira das provações com que aprenderá a acender em si mesmo a luz da abnegação.

Alegrias do EAC

por Valdenir em . Publicado em Orson Peter Carrara.

EAC

Orson Peter Carrara

Estamos em agosto, mês em que Schutel lançou, em 1925, a RIE – Revista Internacional de Espiritismo. Estamos igualmente às vésperas do evento que honra sua memória pelos 150 anos de nascimento, o EAC – Encontro Anual Cairbar Schutel. Seus participantes viverão momentos inesquecíveis e marcantes. Além das palestras com foco específico, várias atividades ocorrem durante a programação, inclusive dois lançamentos de obras oportunas para a efeméride. Motivação intensa, crianças e jovens integrados, confraternização que alimenta a alma e compromisso doutrinário de alta envergadura. Nossa gratidão pelo apoio e pela sua participação que, inclusive, vai auxiliar a construção da sede própria da CASA DE FRATERNIDADE CHICO XAVIER, em Araraquara. Você que agora lê essas linhas ainda pode fazer sua inscrição. Visite o site, veja a programação, inscreva-se e esteja conosco. O momento difícil da Humanidade tem nesses encontros um diferencial que não podemos ignorar.

Pretos velhos e caboclos nos centros espíritas.

por Valdenir em . Publicado em Cotidiano - Wellington Balbo.

Preto-velho

Wellington Balbo – Salvador BA.

 Inicio este texto com algo que escrevi há um tempo no facebook.

Outro dia vi o Zé falando uma grande verdade… Ninguém deu bola… Então, trocaram o nome e colocaram: Barão Von Sternove como autor da frase do Zé, daí todos compartilharam… Tornou-se verdade, citação aclamada pelo mundo, afinal fora dita por uma celebridade…

A identidade dos Espíritos é um tema que, desde sempre, chama atenção por diversas razões. Quando uma comunicação é dada para o médium por personalidades da história, nomes consagrados e com grande clamor, em geral são bem recebidas. Parece que a assinatura das comunicações por alguma personalidade conhecida causa um certo frisson e dá credibilidade.

Contatos

  • Rua Tomáz Antonio Gonzaga, 305
    Bairro São José - Pouso Alegre - MG
  • (35) 99220 - 8388