ABORTO

por Fabiola em . Publicado em Mocidade.

ABORTO_nao

Solange.

Quando se estuda o processo reencarnatório além do básico, com um pouquinho mais de profundidade; pode-se aprender que toda gestação é um complexo processo fluídico de imantação, aproximação, preparo do espírito reencarnante, preparação do desenvolvimento de toda a teia de convivência para tentativa de resolução entre gestante e todos os espíritos de sua convivência (canal ou não), etc.

André Luiz explica este delicado e complicadíssimo processo que visa concretizar a oportunidade divina de evolução e progresso dos espíritos envolvidos. Estes, além da gestante, vão desde o casal envolvido até familiares e pessoas de convivência deste núcleo.

É tudo tão esmiuçado, tão perfeito, tão pleno e cheio de arestas que são aparadas, que cabe a qualquer espírito admirar tal processo.

Por estas e outras que eu, enquanto espírita, vejo que não concordar com aborto neste contexto não é nada absurdo.

O que sabemos, é tão superficial. Tudo tem um porquê.

Está tudo como tem de estar.

Defender o aborto é defender que Deus erra. Que temos controle de tudo.
Doce ilusão.

A experiência mediúnica então… Que aula explícita que nos explora o entendimento e sentidos quando um espírito a quem foi negado o direito de reencarnar (às vezes combinado com muito custo antes do casal voltar ao lar terrestre) é atendido. Que lamentação acompanhar tantas histórias tristes assim.

Complicado explicar para quem não tem esta vivência que isso não é crença. É ser. É concreto. Fato.

Que tenhamos sempre em vista que tudo pode ser dito, tudo pode e deve ser questionado, porém nada deve ser levado a extremos de contrariar as leis de equilíbrio de reajuste de cada um. Abortar é jogar fora trabalhos de evolução e cuidado não só a quem gera, mas ao que precisa absurdamente retornar.

Reflitemos, de armas baixas, a complexidade deste tema.

Linkou seu site.

Comentários (2)

  • Victoria

    |

    Olá, sou Victoria e me interessei muito pelo texto de vocês. Gostaria de visitar vocês algum dia, será que isso é possível? Obrigada desde já

    Responder

    • Fabiola

      |

      Bom dia Victoria. Claro que pode nos visitar e também participar das atividades do Centro.
      Você será muito bem recebida!

      Responder

Deixe um comentário

Contatos

  • Rua Tomáz Antonio Gonzaga, 305
    Bairro São José - Pouso Alegre - MG
  • (35) 99220 - 8388