REGRAS PARA CONSERVAÇÃO E PUREZA DO CORPO FÍSICO

por Valdenir em . Publicado em Estudando Espiritismo.

Passes e radiações

Extraído do Livro: Passes e Radiações – Edgar Armond

No que respeita à mantença do equilíbrio e à conservação do corpo, ressalvadas as destinações de ordem cármica que escapam ao nosso controle individual momentâneo, transferimos para aqui algumas regras e considerações que constam do Cap. 2º, item 2, do livro de nossa autoria, Trabalhos Práticos de Espiritismo, primeira edição em 1954.

CONDUTA CONSIGO MESMO

Referimo-nos aos esforços íntimos em relação aos hábitos, costumes, necessidades e outros aspectos da vida moral do indivíduo, destinados a mudar os seus sentimentos negativos, vencer vícios e defeitos, dominar paixÕes inferiores e conquistar virtudes espirituais, isto é, a reforma íntima.

Para isso torna-se necessário:

Higiene do corpo físico – Uso diário de banhos de água, totais ou parciais; de ar, de luz e de sol, cada um agindo, é claro, de acordo com seus próprios recursos e possibilidades, inclusive de tempo; vestimentas apropriadas, de acordo com o tempo, o clima e as estações do ano.

Alimentação – Racional e sóbria, contendo os princípios alimentares básicos que são: proteínas (alimentos que mantêm os músculos); carboidratos e gorduras (alimentos que fornecem energia e calor), sais minerais e vitaminas.

Todos estes elementos são encontrados nos alimentos comuns, sendo, todavia, necessário saber combiná-los e utilizá-los sem faltas ou excessos.

Para isso convém consultar instruções apropriadas, quase sempre encontradas em livros e publicações que tratam do assunto.

EADE – Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita

por Valdenir em . Publicado em Estudando Espiritismo.

EADE

Iniciaremos hoje, 15/01/2019, a quarta apostila do Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita.

Estendemos o convite à todos que queiram participar. O horário é das 20:00 às 21:30. Acompanharão todas as aulas a visualização em power-point do seu roteiro e demais ilustrações e vídeos pertinentes.

Tema da apostila: O Consolador Prometido por Jesus.

Entrada livre: não há necessidade de inscrição.

Abaixo transcrevo a introdução da apostila:


 

FUNDAMENTOS ESPÍRITAS DO CURSO

A moral que os Espíritos ensinam é a do Cristo, pela razão de que não há outra melhor. (…) O que o ensino dos Espíritos acrescenta à moral do Cristo é o conhecimento dos princípios que regem as relações entre os mortos
e os vivos, princípios que completam as noções vagas que se tinham da alma, do seu passado e do seu futuro (…). Allan Kardec: A gênese. Cap. I, item 56.

(…) O Espiritismo é forte porque assenta sobre as próprias bases da religião: Deus, a alma, as penas e as recompensas futuras; (…). Allan Kardec:
O livro dos espíritos. Conclusão, item 5.

(…) O mais belo lado do Espiritismo é o lado moral. É por suas consequências morais que triunfará, pois aí está a sua força, pois aí é
invulnerável (…). Allan Kardec: Revista Espírita, 1861, novembro, p. 359.

(…) Mais uma vez, [o Espiritismo] É uma fiosofia que repousa sobre as bases fundamentais de toda religião e sobre a moral do Cristo (…). Allan
Kardec: Revista Espírita, 1862,maio, p.121.

Feliz Natal e Excelente 2019!!!

por Valdenir em . Publicado em Estudando Espiritismo.

Natal4

Agradecemos aos voluntários e frequentadores da casa espírita Vinhas do Senhor por todo apoio e companhia carinhosamente concedidos neste ano que está chegando ao final.

Desejamos a todos muita paz e harmonia, muita saúde e alegria, muita serenidade e fraternidade, muito discernimento e perdão, muito amor e caridade.

Desejamos também que  este natal que se aproxima represente a união com nossa inspiração, Jesus, e que nossas metas sejam sempre traçadas segundo seus ensinamentos.

C.E.V.S.

EM PLENA ERA NOVA

por Valdenir em . Publicado em Estudando Espiritismo.

Nova era

Pelo Espírito Eurípedes Barsanulfo.

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: O Espírito da Verdade. Lição nº 12. Página 38.

 Há criaturas que deixaram, na Terra, como único rastro da vida robusta que usufruíam na carne, o mausoléu esquecido num canto ermo de cemitério.

Nenhuma lembrança útil.

Nenhuma reminiscência em bases de fraternidade.

Nenhum ato que lhes recorde atitudes como padrões de fé.

Nenhum exemplo edificante nos currículos da existência.

Nenhuma idéia que vencesse a barreira da mediocridade.

Nenhum gesto de amor que lhes granjeasse sobre o nome o orvalho da gratidão.

A Oração

por Valdenir em . Publicado em Estudando Espiritismo.

Oração

A oração deve ser a expansão da alma para com Deus. É uma conversa muito íntima, uma meditação.

É, por excelência, o refúgio dos aflitos e de todos os corações magoados.

Nas horas de tristeza, de pesar, quem já não encontrou na prece a calma e o alívio?

É nesses momentos que acontece um diálogo profundo entre a alma que sofre e a Divindade.

A alma fala das suas angústias, dos seus desânimos, pede socorro.

Então, no altar da consciência, uma voz responde. É a voz do Pai de onde vêm as forças para a luta, o medicamento para as feridas abertas e a luz para os caminhos escuros.

Olhar para as estrelas

por Valdenir em . Publicado em Estudando Espiritismo.

Estrelas

 Redação do Momento Espírita –  31.3.2017

O que efetivamente é permanente em nossa existência? O que vai durar para sempre?

Se esses questionamentos parecem fáceis de serem analisados em dias tranquilos, em dias tormentosos dificilmente eles nos chegam à mente.

Por isso, será sempre nos dias de calmaria que conseguiremos construir a certeza de que tudo é passageiro em nossas vidas.

Glórias, conquistas, tesouros, tudo se esvai com o tempo. Assim como dificuldades, dores, carências.

Atormentados com uns, iludidos com outras, comumente nos perdemos nos acontecimentos da vida, esquecendo-nos de que, efetivamente, isso tudo não é a vida em si.

Mikhail Bulgakov, escritor e dramaturgo ucraniano do Século XX, ao concluir seu romance O exército branco, escreveu:

Tudo passa – sofrimento, sangue, fome, peste. A espada também passará, mas as estrelas ainda permanecerão quando a sombra de nossa presença e nossos feitos se tiverem desvanecidos na Terra.

Contatos

  • Rua Tomáz Antonio Gonzaga, 305
    Bairro São José - Pouso Alegre - MG
  • (35) 99220 - 8388